Formação e Carreira | Carreiras & Oportunidades

Formação e Carreira



Formação e Carreira

 

“Educação: o único caminho que não nos leva ao fim; o único meio que nos faz encurtar as distancias honestamente.” (Severiano Alves)

 

Amigos e amigas, mais um novo programa do projeto Carreiras e Oportunidades com Fátima Reis. E isso é motivo de satisfação pela equipe que trabalha para fazer acontecer, e uma alegria para todos os assistentes (ao vivo ou on-line), pois nunca saem sem novas informações, ideias e porque não, projetos!

 

Nesta oportunidade o tema é “Formação e Carreira”, e para falar sobre este assunto contamos com a presença do advogado e procurador federal Severiano Alves, e José Carlos Almeida, economista e gestor educacional.

 

Com certeza este é um assunto que ocupa e pré-ocupa tanto as novas gerações de estudantes que estão terminando o ensino médio ou estão no superior, quanto as que já estão no mercado do trabalho, pois atualmente, do jeito que o mundo avança e as mudanças acontecem se não se está em constante formação, não pode se fazer carreira.

 

Neste sentido os convidados coincidiram em outorgar para a educação a categoria de matriz de todos os problemas sociais que atingem hoje nossa sociedade. Assim em frio até pode parecer um pouco exagerada esta ideia, mas realmente não é não. Vamos ver um pouco como foi este painel.

 

O advogado Severiano Alves iniciou ressaltando o problema a nível educacional que o Brasil enfrenta, tanto no nível fundamental (tem aproximadamente 10 milhões de crianças de 0 a 10 anos fora do sistema educativo), também no nível médio e superior (neste nível tem uma demanda reprimida de aproximadamente uns 8 ou 9 milhões que não tem acesso as faculdades publicas e nem podem pagar o ensino privado!!). O Poder Público não consegue atender a demanda e real necessidade de todos os cidadãos. E este é um problema que deve se considerar de extrema urgência na agenda política do país; por isso, e aproveitando a proximidade com as próximas eleições, Fátima lembrou ao auditório a importância de pensar e refletir bem antes de votar, para exercer este direito de uma forma mais consciente e responsável.

 

É importante que, exercendo nossa cidadania, cobremos do Estado aquilo que ele mesmo promete num texto de capital importância quanto é nossa Constituição Federal (artigos 205 em diante, com destaque do art. 208).

 

Por outro lado foi muito positivo fazer uma distinção entre os conceitos de “formação” e “carreira”, pois às vezes podem se confundir, sendo que a “formação” se limitaria à habilitação institucional para o mundo do trabalho, e a “carreira” se refere ao desempenho do conhecimento específico. Assim por exemplo pode se falar da carreira de advogado, de médico, de engenheiro… Normalmente coletivos que estão regulamentados por Conselhos. Se falarmos de uma “carreira de Estado”, já passamos a esfera publica onde se cuidam das atividades do Estado.

 

Claro, para poder iniciar uma carreira precisaremos sempre de uma formação prévia, seja mais tradicional ou mais técnica. E aí tem muita relevância a reflexão do gestor educacional José Carlos Almeida, sobre a importância da escolha da formação que vamos realizar, pois esta deve ser certa, bem planejada e nunca improvisada. No fundamento do planejamento requerido devemos encontrar a vontade e a determinação que nos ajudaram a agarrar as oportunidades com inteligência e nos conduzirão ao sucesso.

 

A educação tem o maravilhoso poder de transformar… de LIBERTAR! Eis a importância de atacar o analfabetismo (ainda uns 10 milhões ou mais no Brasil), tal e como o José Carlos Almeida expressou. Para melhorar as condições de vida de qualquer cidadão é preciso focar na educação, na formação que habilite para desenvolver uma carreira que vai trazer uma vida digna, segundo Severiano Alves.

 

Outra ideia que deve nos fazer pensar é a apontada por Jose Carlos Almeida, em relação a nossa responsabilidade social ao escolher e respeitar nossa carreira, em tanto que responsabilidade perante todos aqueles que, infelizmente ainda não tiveram as oportunidades que outros tem de desenvolver uma carreira.

 

Almeida disse que “não adianta querer uma profissão concreta porque traz muito dinheiro, para ser rico, ou famoso, devemos voltar sempre aos valores”, aqueles que nos movem e nos dão forças quando parece que nada dá certo. Embora possa parecer uma ideia meio que de “conto de fadas”, se nos determos para observar alguns dos casos de sucesso profissional tanto no Brasil quanto no exterior, observaremos como os profissionais de sucesso costumam declarar que ama sua profissão, que está absolutamente alinhada com a sua visão e missão na vida.

 

Por isso o conselho dos convidados foi bem claro: pensem no que realmente querem e não deixem escapar nenhuma oportunidade. Lutem pelo que desejam sempre!

 

Como disse no início, mais um programa imperdível. Queridos leitores, até a próxima.

 

 

Andrea Solans Vila

Coach, Advogada e Professora, Redatora do portal e revista Carreiras & Oportunidades

 

Informamos que esse texto é de inteira responsabilidade do autor identificado acima.



Cophyright © 2017 Carreiras & Oportunidades - Grupo Reis. Todos os direitos reservados.
"Tudo posso em Cristo que me fortalece." (Fp 4:13)