Os perfeccionistas Imperfeitos | Carreiras & Oportunidades

Os perfeccionistas Imperfeitos



Os perfeccionistas imperfeitos

 

"Se a vida é dura, que sejamos mais duros do que a vida"

 

Quantos planejamentos pessoais já fizemos, iniciamos a ação e desistimos no meio? Pode ser: a busca por uma vida mais saudável, economizar X% do que ganha, ser fluente em inglês, ler X livros por ano...

 

Um dos grandes fatores para que isso ocorra é nossa mania de perfeccionismo na ação.

 

Exemplifico: digamos que eu decida ter um corpo mais saudável e meu plano seja frequentar a academia 5 vezes por semana. Nas primeiras duas semanas eu consigo seguir meu plano com perfeição. Mas digamos que lá para quarta-feira da terceira semana eu não tenha conseguido ir, pois precisei trabalhar até mais tarde e assim se sucedeu até sexta. Digamos ainda que na semana seguinte eu fiquei um pouco adoentado na segunda e terça, e quarta era aniversário de um parente próximo... Ou seja, perdi o ritmo.

 

Muitas vezes esse é o momento em que nosso perfeccionismo derrotista nos invade. Primeiro uma voz perfeccionista que nos diz "ah, meu plano era de malhar 5 dias na semana" e na sequência o derrotismo nos dizendo "eh, esse negócio de malhar todo dia não dá para mim mesmo... Sabe de uma, preciso comer um hamburguer..."

 

Ora, reconhecer nossa imperfeição na execução dos projetos é o primeiro passo para sermos mais tolerantes com "furos" nos mesmos. Furar durante algum tempo o projeto por conta de um impedimento que tivemos não é o grande problema, o real inimigo é achar que isso não irá acontecer e desanimar com o ocorrido.

 

Só quem não fura projetos planejados é: 1) Quem planeja e/ou aceita os imprevistos, 2) Quem passa por cima de tudo e de todos para realizar seus projetos, já coloquei minha opinião sobre isso no texto: Não faça como Steve Jobs.

 

Portanto, se quer ser um realizador de projetos, tem que saber que seu plano vai falhar. A não ser que seja um projeto de rápida execução, o mais provável é que você pare em alguns momentos, até retroceda nas metas em alguns casos. E o mais siginificativo é saber que isso faz parte do jogo, a vida é feita de ciclos e saber viver os ciclos da vida é jogar bem o jogo da vida.

 

O ciclo da realização se resume em 4 pontos: 1) decisão, 2) motivação, 3) resiliência, 4) realização.

 

Decisão:

 

É quando você decide tomar uma iniciativa para mudar algum comportamento que você não concordava, o porquê dessa decisão é um dos fatores mais relevantes neste momento.

 

Motivação:

 

Você fica super empolgado (ex: compra roupa da academia, posta foto nas redes sociais #nopainnogain...). Sente que nada pode parar você.

 

Resiliência:

 

O momento em que o astral da novidade já não existe e a única coisa que resta é o porquê de sua decisão te impulsionando para, apesar dos furos no projeto e de falta de desejo de fazer a rotina, continuar "caminhando". Muitos questionamentos te invadem aqui, por isso o motivo de sua decisão é tão relevante para passar pelo "vale da sombra da morte" de seu projeto.

 

Realização:

É um novo momento de motivação, estimulada agora por ver a "linha de chegada" e por ter vencido o período de resiliência, uma sensação de poder e de conforto te invade e te estimula a manter o rumo até o cumprimento da meta.

 

Se entendemos esse ciclo, que representa o funcionamento da nossa mente e das nossas emoções na realização de projetos, ficamos bem mais próximos de conquistá-las.

 

Devemos aceitar mais nossas imperfeições para que conquistemos sempre mais. Se você sair do rumo em seu plano, não se incomode. Não tema falhar... Você irá falhar. Tema desistir por não ter aceitado a falha e por não ter tido fé em sua superação. Furando com seu plano, hora da superação.

 

Continue mais à frente, pois como diz um dos salmos da Bíblia:

 

"Ainda que eu ande pelo vale da sombra da morte, não temerei mal nenhum".

 

 

 

Yang Mendes

 

É palestrante há 12 anos e fundador da primeira escola de comunicação oral da Bahia, a Eloquence Treinamentos e Palestras. Foi o professor responsável pela implantação do Curso de Extensão em Oratória da UFBA e tem ministrado diversos cursos em empresas e órgãos governamentais. Tem atuado como consultor em oratória para empresários, executivos, políticos, entre outros. É Practitioner em PNL e Especialista em Micro Expressões. Já foi professor de filosofia e sociologia, tendo ministrado dezenas de palestras sobre os temas de oratória, simbologia, filosofia, história, entre outros. Além disso, tem capacitação em artes cênicas e clown. É graduado em Administração pela UFBA e faz pós-graduação em Psicologia Analítica no IJBA.

 

Informamos que esse texto é de inteira responsabilidade do autor identificado acima.



Cophyright © 2017 Carreiras & Oportunidades - Grupo Reis. Todos os direitos reservados.
"Tudo posso em Cristo que me fortalece." (Fp 4:13)